sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Dúvida do Leitor - Bonsai de Pinheiro

Olá a todos.

É sempre um prazer ajudar os nossos leitores com dúvidas. Confesso não possuir formação na área, mas há um bom tempo pratico a arte de Bonsais e me esforço para responder todas as perguntas. E deixo aberto também este espaço para todos opinarem.

Hoje vamos responder as dúvidas do Leandro Otávio. Ele nos fez a seguinte pergunta:
Quero sabe qual a espécie do meu pinheiro, e os cuidados com ele?

Bem Leandro, ficamos no aguardo das fotos para lhe fornecer a espécie correta do seu pinheiro. Com relação aos cuidado,s vão aí algumas dicas:

  • As coníferas, tambem como são chamados os pinheiros, devem ser colocadas ao ar livre.
  • Geralmente, se adaptam melhor a climas secos e frios, o que é um pouco difícil aqui no Brasil.
  • Essas espécies possuem um fungo denominado mycorrhizas que convivem em harmonia com suas raízes, por isso, adubação orgânica é muito indicada.
  • Não gostam do solo muito encharcado.
  • Devem ser trocadas de vasos em um período de dois a cinco anos, sempre fazendo a poda das raízes.
  • Obedecendo a regra geral dos bonsais, a sua poda deve ser feita no inverno, momento em que as coníferas diminuem suas atividades de crescimento.
Por hoje é só pessoal. Espero que tenham gostado das dicas e fica aberto nossos canais de comunicação. Você pode nos enviar uma mensagem através no nosso formulário de contato, também no twitter e orkut. Assine nosso canal no Lembreto e recebe dicas e notícias direto no seu celular. Envie um SMS para 49523 com o texto ASSINAR BONSAI ou clique aqui.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

(Bonsai do Dia) Tangerina (Mexerica)

Achamos hoje um bonsai de Tangerina(em alguns lugares mexerica).

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Cuidados especiais com os Bonsais de Romã

A Romã é um arbusto que alcança até sete metros de altura, originária de toda costa do mediterrâneo e Ásia ocidental e oriental. Sua floração intensa e sua produção de frutos pequenos ( punica granatum “nana” ) a tornam uma das árvores mais atraentes para o cultivo como bonsai. Tradicionalmente, na passagem do ano, a romã simboliza sorte para todo o ano quando guardamos algumas de suas sementes na bolsa ou na carteira. Semi-caduco, podem perder suas folhas no inverno, floresce abundantemente no início da primavera com exuberante coloração vermelha. Seu crescimento é extremamente rápido e as condições de seu cultivo são muito favoráveis.

Qualquer bonsai deve receber sol diretamente em suas folhas. A Romã gosta muito de luz, mas não deve ser exposto ao sol forte no verão. No verão necessita de um local bem iluminado, devemos colocá-la em local onde a mesma possa receber raios solares diretamente em suas folhas em períodos onde o sol não esteja muito forte (antes das 10:00Hs e depois das 16:00Hs). Isso pode ser conseguido colocando-a em uma sacada com cobertura, sob outras árvores ou mesmo dentro de casa próxima a uma janela em local arejado. Já em outras estações a Romã pode ser colocado a pleno sol desde que seu solo esteja sempre úmido. A exposição da Romã ao sol é indispensável para sua floração e a frutificação.

Há duas coisas que precisamos saber para regar um bonsai: Como e com que frequencia.
Regar um bonsai é molhar toda a terra que esta dentro do vaso. Coloque água potável por cima da terra em toda a superfície até que esta comece a sair por baixo nos orifícios do vaso.

No Calor pode-se molhar também a copa e Galhos.
Já a frequencia dependerá principalmente do tamanho do vaso e das condições climáticas como temperatura e umidade do ar. Normalmente vasos com até 30 cm de comprimento e/ou vasos muito rasos devem ser regados todos
os dias quando a umidade do ar estiver baixa e a temperatura acima de 20oC.
Cuidado com os extremos: Em dias de muito calor (acima de
30oC) regue duas vezes ao dia. Em dias de muito frio (abaixo de 15oC) regue a cada dois dias.
Vasos maiores do que 30 cm, normalmente a frequencia de rega é menor, mas tome muito cuidado, geralmente um bonsai não fica mais do que dois dias sem água.
As árvores no Geral NÃO gostam de muita umidade na terra. Por isso geralmente devemos regar os bonsai somente quando a terra do vaso estiver quase seca.
Vale muito nossa "observação constante", tanto do clima quanto da umidade da terra. A verificação da umidade da terra pode ser feita facilmente tocando-se a terra com os dedos.
A Vaporização das folhas somente é necessária quando a umidade do ar estiver baixa. Nesta situação é conveniente que façamos uma vaporização leve somente sobre as folhas preferivelmente a sombra com água potável, no mínimo, três vezes por dia. Outra função importante da Vaporização é quando feita sobre as raízes finas expostas em alguns determinados estilos ( Ex.: "Raiz Exposta", "Raiz sobre Pedra" e outros). Também é importante no cultivo do musgo que, se for usado, não deve ocupar mais do que a metade da superfície da terra do bonsai, para que esta "respire". O Musgo deve ser borrifado levemente em torno de três vezes ao dia sem que a terra do bonsai se umedeça.

Como a maioria das plantas frutíferas, a Romã é uma planta com consumo elevado de água, mas com a particularidade de não gostar de solos muito encharcados. Umidade constante no tronco e raízes favorece o surgimento de fungos ( Pó Branco ), estes podem até ocasionar sua morte se não forem tratados. NO geral, em épocas de calor a Romã pode ser regada todos os dias, mas para evitar problemas com muita umidade no inverno é aconselhável molhar a terra da Romã somente quando esta já estiver com a superfície seca. Para uma produção intensa de frutos é aconselhável regar com ponderação quando em flor e regar em excesso quando estiver com fruto.

Todos nós comemos diariamente, os alimentos são imprescindíveis para se viver. As plantas alimentam-se dos sais nutritivos que extraem do solo. Como os bonsai vivem em vasos pequenos, a árvore poderá consumir todos os nutrientes da terra depois de um tempo, teremos então que ir repondo estes nutrientes por meio de adubos. É preciso adubar principalmente nas épocas de grande crescimento das plantas e esta adubação deve ser feita sem exageros. É muito melhor adubar em pequenas quantidades com maior freqüência do que fazê-lo esporadicamente em grandes quantidades. Recomendamos o uso de produtos de ótima procedência e com instruções claras de uso.

Para principiantes sugerimos uma adubação muito simples usando TORTA DE MAMONA e FARINHA DE OSSO, que são facilmente encontrados em supermercados. Estes podem ser usados sempre separadamente numa frequencia bimestral, ou seja, se usar TORTA DE MAMONA em Janeiro, somente irei adubar novamente em março com FARINHA DE OSSO. E assim teremos 6 aplicações anuais.

Use sempre as dosagens recomendadas. Caso não haja indicação para dosagens referente ao bonsai, use metade da dose recomendada para vasos pequenos.
Já uma adubação melhor e mais balanceada pode ser conseguida facilmente com produtos de boa qualidade encontrados em lojas especializadas. Siga sempre uma orientação profissional.

A adubação de outono se torna a mais importante para incentivar a Romã a produzir flores na primavera. O período para se adubar a Romã é em sua época de crescimento, ou seja, desde quando a mesma estiver iniciando a brotação na primavera até o inicio do outono. Evite adubar em períodos de floração intensa. Os adubos mais indicados são os ricos em Fósforo ( P ), podendo ser adubos líquidos por via foliar ( na primavera ) ou sólidos na terra ( no outono ). Como sugestão, escolha traços de proporção de N-P-K ( Nitrogênio – Fósforo – Potássio ) na ordem de 04-14-08. Não esqueça que no mínimo uma vez por ano é necessário a Adubação com micro nutrientes ( Ca {Cálcio}, Mg {Magnésio}, S {Enxofre}, B {Boro}, Cl, Cu, Co, Fe....). Melhores épocas para a adubação da Romã é o Início da Primavera e do Outono. Nunca adube plantas doentes ou recém transplantadas.

No desenvolvimento natural das árvores as raízes crescem em busca de água, ar e alimento. As raízes de um bonsai vão crescendo e podem ocupar a totalidade do espaço do vaso, expulsando lentamente o solo que ali existia. Por isso periodicamente devemos reduzir o volume de raiz dentro do vaso através de poda. Nesse mesmo processo aproveitamos para também trocar parte do solo que já não oferece todas as características para um bom desenvolvimento do vegetal. Felizmente este processo demora anos mas não devemos esquecê-lo enquanto estivermos cultivando qualquer planta que esteja confinada.

A Romã necessita um solo com boa drenagem. A mistura aconselhada é de 50% de areia peneirada (entre 2 a 5 mm) e 30% de condicionador de solo industrial e 20 % de argila refratária de boa procedência peneirada (entre 2 a 5 mm). Na troca de terra podar no máximo 50 % das raízes.Deve-se providenciar a troca de terra da Romã Anualmente ou a cada dois anos, normalmente no inicio da primavera quando inicia sua brotação intensa. Nunca adube plantas doentes ou recém transplantadas. Nunca lavar as raízes.


A Arte bonsai procura, como inspiração, buscar formas existentes na natureza. Essa busca nos leva a um espectro riquíssimo de texturas, formas e cores, tornando nosso hobby um dos mais interessantes e criativos. O objetivo da prática do bonsai (cultivo de arvores em vaso), não é apenas mantê-los vivos e saudáveis, mas cada vez mais bonitos. Para isso é necessário que se façam podas regulares para se manter a forma de “mini árvore”. Podar é estilizar a formação de uma árvore. Com a poda, eliminamos os ramos que saem da silueta do bonsai, ramos defeituosos, secos ou desnecessários. Para podar devemos utilizar ferramentas adequadas, como tesouras afiadas. Para galhos maiores alicates de corte côncavo, que fazem cortes limpos, precisos e de fácil cicatrização. Quando as feridas da poda são de grande tamanho (maior que o tamanho do diâmetro de um cigarro) é conveniente cobri-las com pasta de selagem para garantir sua perfeita cicatrização. Pode-se usar clara de ovo ou tinta PVA.

A poda de manutenção da Romã pode ser feita facilmente com uma tesoura afiada cortando-se os galhinhos que saem da zona não desejada do tronco ou da copa, cuja melhor forma é a forma da copa triangular. As Podas mais drásticas devem ser feitas no final do inverno. A Romã brota com facilidade na madeira velha e suporta muito bem, grassas a sua brotação intensa, podas drásticas. É muito importante a manutenção na limpeza das folhas e flores ressecadas. O corte dos brotos novos que surgirem perto das raízes ou galhos novos em competição com galhos maiores já existentes devem também ser eliminados. Podar várias vezes ao ano para manter a forma original.

A Romã é uma planta muito resistente, mas pode ocorrer ataques de fungos que podem ser tratados com a moderação na rega, retirada com uma escova e fungicida. Ataques de pulgão ou cochinilhas podem ser tratados facilmente com inseticida para plantas ornamentais.

Não esqueça que existindo um problema, este deve ser solucionado com brevidade para evitar a debilitação do bonsai.






Fonte: bonsaikai

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Bonsai do Leitor 5

Hoje foi a vez do jjcjardinagem envias seus Bonsais para o nosso Blog.













Lindas as fotos e muito obrigado pela participação.
Você também pode ver suas fotos no nosso blog, acesse Bonsai do Leitor e saiba mais.



Adicionar imagem

terça-feira, 21 de julho de 2009

Bonsai do Leitor 4

Nossos leitores continuam animados com a promoção Bonsai do Leitor.
Agora foi a vez do meu grande amigo Gabriel Lana (baterista de primeira), enviar as fotos de um dos Bonsais de seu pai.

De acordo com o Gabriel este Bonsai não é o mais bonito do viveiro, ou seja, mais fotos e exemplo de dedicação a esta arte ainda estão por vir.



Envie também a foto do seu Bonsai para bonsaistas@gmail.com

terça-feira, 7 de julho de 2009

Série Cuidados Básicos: Rega

Toda planta necessita de cuidados especiais que alternam para cada espécie, mas o objetivo desta série de posts é abordar algumas técnicas e informações que são básicas para o cultivo de Bonsais.



A Rega deve ser frequente como um tratamento médico, a falta de periodicidade pode prejudicar a saúde do seu Bonsai. Não deixe a superfície do seu Bonsai secar por completo, regue antes do solo alterar a sua coloração comum de terra seca.

A rega excessiva pode ocasionar o apodrecimento das raízes e também impede a penetração de ar no solo. Um outro problema da rega sem padrão é o enfraquecimento do Bonsai, deixando a planta vulnerável a pragas e doenças.

Algumas espécies de plantas necessitam de borrifamento nas folhas, mas cuidado com este procedimento. Procure sempre limpar as folhas para que a água e a poeira presente na superfície formem uma camada espessa e impeça a planta de respirar.

Em caso de ausência por período de tempo considerável, procure deixar a planta com alguem de confiaça ou serviços especializados.

Bom cultivo a todos.

Nosso Canal SMS na VIVO-MG

Olá Leitores,

é com grande satisfação que comunico a todos os mineiros que o nosso Canal SMS Mundo Bonsai está bombando na Vivo-MG. Basta enviar um SMS com as palavras ASSINAR BONSAI para o número 49523 e receber dicas e novidades sobre essa maravilhosa arte oriental.

Você também pode assinar clicando na figura abaixo:



E como dizem por aqui: Bão demais da conta sô!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Série Cuidados Básicos: Ambiente

Para se desenvolver e ter boa saúde, o bonsai precisa, no mínimo, de 2 a 4 horas de sol diariamente (dependendo da espécie), podendo ainda ficar exposto ao sol, por um ou dois períodos (manhã e tarde) em um ambiente com ventilação.

Isso ajudará a evitar que ele venha a contrair pragas e doenças. Procure fazer rotações periódicas no vaso, de forma que toda a planta receba seu banho de sol diariamente em todas as partes. Evite colocar em superfícies como, metal, cimento, pedra, etc.

Que acumulam temperatura, e transmitem para o vaso e a planta.

Fonte: Nippo Brasilia

sexta-feira, 3 de julho de 2009

(Dica) Poda dos 3 anos

Ao completar 3 anos, um pré-bonsai deve receber uma poda de raízes. Esta poda determinará qual o tamanho que você deseja miniaturizar seu Bonsai. Bastante atenção, se deseja ter um Bonsai mais robusto, certifique-se apenas em aparar as raízes.



Bonsais de azaléias, bananeiras e outras plantas que não possuem tronco robusto, esta poda pode ser antecipada dependendo do desenvolvimento da sua planta.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Topiaria em Maringá

Será realizado neste sábado, dia 4, em Maringá, mais um curso de Topiaria promovido pela Prefeitura e equipe do conselho administrativo do Parque do Japão.

De acordo com a widipedia, Topiária é a arte de podar plantas em formas ornamentais. A arte da topiária é uma prática da jardinagem que consiste em dar formas artísticas às plantas mediante corte com tesouras de podar.





O curso será desenvolvido no período das 8h às 16 horas e visa a preparação de voluntários para cuidar das plantas dos jardins do parque, que servirá de cenário para as aulas.

As orientações para a prática de poda e escultura de arbustos, árvores e outros cuidados com plantas japonesas serão transmitidas pelo especialista em bonsai e integrante do conselho do Parque, Vicente Romagnolli.

Esta é a quarta edição do curso, que instrui os participantes a realizar trabalhos artísticos em variedades de plantas japonesas e plantas exóticas brasileiras.

As aulas são direcionadas à toda a comunidade maringaense, que poderá atuar como voluntária nos cuidados do espaço que se tornará o maior jardim japonês construído fora do Japão.

Os interessados poderão fazer a inscrição pelo telefone (0xx44)3221-1551.

terça-feira, 30 de junho de 2009

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Dormência das espécies Deciduifólias

Este post é curto mais bastante útil. Aos Bonsaistas que residam nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste fiquem atento ao optar por cultivar Bonsais da espécie Deciduifólias.


Estas espécies precisam muito do seu período de dormência e devido a ausência de baixas temperatura nestas regiões será necessário uma indução a dormência, o que requer razoável conhecimento e experiência.
Em outra oportunidade estarei postando como induzir a dormência de um Bonsai.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Festival Tanabata de Ribeirão oferece oficinas de Bonsai

Estão abertas as inscrições para seis oficinas de arte japonesa promovidas pelo 16º Festival Tanabata de Ribeirão Preto. O evento será realizado de 3 a 5 de julho, no Morro Alto do São Bento. As oficinas acontecerão no Teatro de Arena, Casa da Cultura e saguão do Teatro Municipal, algumas com horário noturno.

Haverá oficinas de Bonsai com vagas limitadas e os interessados podem se inscrever pelo telefone (16) 3636-1206, ramal 208. As oficinas são gratuitas, sendo cobrado apenas o material R$15,00.

A oficina de Bonsai aconterá 4 e 5 de julho, 11h e 18h, no Teatro de Arena.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Vasos para Bonsais

Cultivar bonsai vai muito além da simples poda e educação dos ramos, é uma arte bastante completa, com várias variantes, uma delas é a cerâmica. Os vasos de cerâmica utilizados para o plantio do bonsai são, em muitos casos, uma obra de arte à parte, a escolha do vaso é fundamental para a boa apresentação e composição do seu bonsai, é preciso ter paciência, analisar a estrutura do vaso, a estrutura da planta, para só então escolher o vaso ideal, que vai sobressaltar, ainda mais, os detalhes do seu bonsai.

O ideal é que o vaso, ou bandeja, esteja em harmonia com a sua planta, lembrando sempre que, como toda arte, o bonsai deve sempre agradar o AUTOR da obra. Abaixo, listarei algumas “regras“, que devem ser pensadas antes de colocar o seu bonsai em um vaso.

1. Veja a proporção do vaso e da árvore. Na maioria dos casos o vaso deve ter em torno de 2/3 da altura da árvore.
2. Se a altura da árvore é menor que sua largura, a profundidade do vaso deve ter aproximadamente 2/3 da medida da base da planta. A largura do vaso nunca deve ser a mesma da planta, deve ser um pouco menor.
3. A profundidade do vaso deve ser proporcional ao tronco da árvore, exceto em árvores no formato de cascata ou de múltiplos troncos.
4. A lateral do vaso deve ser um pouco menor que a largura das ramificações primárias laterais.
5. A forma do vaso deve estar relacionada ao estilo do bonsai. As árvores de tronco ereto ficam melhores em vasos retangulares. E devem ser plantadas optando por um lado do vaso e nunca no centro, exceto em vasos redondos.
6. As árvores de troncos curvados ou de linhas curvas suaves, ficam melhores em vasos ovalados, redondos ou de quinas arredondadas. Devem ser plantadas no centro do vaso.
7. Uma árvore com aspecto mais velho e de tronco aspero deve ser plantada em um vaso de aspecto similar, para manter a sensação da idade da planta.

Fonte : Projeto Bonsai

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Manual de pragas e doenças

Bonsai Manual Pragas Doencas Bonsai Manual Pragas Doencas assis_101931 19 manual de jardinagem CUIDADO COM AS PLANTAS PRAGAS E DOENÇAS IDENTIFICAÇÃO E CONTROLE Nesse ponto cabe observar que plantas nutridas, bem adubadas, com irrigação adequada, com boa insolação e bem ambientadas

terça-feira, 9 de junho de 2009

Paz a todos


Em meios a conflitos e ameaças na região da Coréia do Norte, uma foto que instiga uma relação harmoniosa entre o homem e os elementos da natureza.
Paz e concentração a todos.

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Bonsai do Futuro (Geek Bonsai)

Bem,

sabemos que as possibilidades que a tecnologia nos proporciona são infinitas. Este é mais um exemplo que para as inovações não existe limite. É um conceito de Gadget desenhado pelo designer Vivien Muller. Trata-se de um Bonsai com vários telas nas extremidades que pode servir como leitor de email, playlist de músicas ou até mesmo um emaranhando de lembretes. Não deixa de ser uma idéia futurística, mas para quem gosta de Bonsais não deixa de ser um ótimo presentinho. :-)



segunda-feira, 1 de junho de 2009

XXVIII Exposição de Bonsai do Jardim Botânico




Local: Instituto de Botânica de São Paulo
dias 05,06 e 07 de junho de 2009

domingo, 17 de maio de 2009

Bonsai do Leitor 3

Viva!Viva!Viva!

E o sucesso continua, agora foi a vez do nosso leitor Carlos Claro enviar os seus Bonsais.
Suas plantas são lindas e a modéstia é mesmo presente em nossos leitor, assim como nosso leitor Marcelino, Carlos disse que é iniciante na arte de cultivo de Bonsais, mas vejam que belo trabalho o Carlos nos enviou.
Thuia Anã com 12 anos, Primavera de 8 anos e uma ilha com um Chipaco.





Agradecemos ao leitor Carlos e deixo aberto o espaço para outros leitores enviarem seus Bonsais. É muito fácil, mande um e-mail para bonsaistas@gmail.com com nome,cidade e as fotos do seu Bonsai. As informações como idade,espécia e origem sobre as plantas também podem ser inseridas no email.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Museu do Bonsai em Portugal

Uma matéria sobre um museu de bonsais em Portugal.
Destaco o ambiente em que as plantas são cultivadas e um projeto de trabalhar bonsais de espécies nativas em extinção.




domingo, 19 de abril de 2009

Bonsai do Leitor 2

Olá pessoal,

Parece que os nossos leitores estão  se animando. 
Agora foi a vez do Luciano(@sabuga) nos enviar o seu bonsai.


Há a algum tempo a sua planta está seca e com uma aparência de morta. 
Ele não sabe me dizer a sua espécie, mas me parece um Pinheiro Branco do Japão (Pinus Pentaphylla). 
Mas é comum em algumas espécies, principalmente as coníferas, a hibernação. Isto pode ocorrer quando o bonsai identifica alguma mudança de iluminação, dimunuição/aumento da irrigação ou até mesmo a falta de componentes no composto. Recomendo ao Luciano, aguardar, regar com moderação diariamente e procurar fovar a terra adicionando um pouco de substrato orgânico.

Um abraço e até a próxima.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Bonsai do Leitor 1

Olá a todos,

Inaugurando o nosso espaço dedicado a você, o leitor Marcelino Dornas nos enviou a foto da sua belíssima planta. Ele nos disse que é novo no cultivo de Bonsais, mas pelo visto, possui muito jeito pra coisa. 

A espécia é uma pitangueira, mas infelizmente não sabe a idade. Fica aberto os comentários para quem quiser arriscar.





































Agradecemos ao leitor Marcelino e estamos esperando a foto do seu bonsai. 
Não esqueça de enviar um email com as fotos do seu Bonsai para bonsaistas@gmail.com com as seguintes informações:
Seu nome:
Cidade:
Espécie:
Idade do Bonsai:

Até mais.